O Doce Amargo Açúcar



Tens enxaquecas com frequência?

Sofres de irritação ou de depressão?

Sentes o corpo cansado?

Tens problemas de digestão ou uma constante sensação de fome?

Tens um desejo incontrolável por doces?

Falta de memória?

Não, não é um “memofante”, nem outro tipo de elefante mágico que vai resolver o teu problema.

Então certamente, és dependente do teu amigo da onça, o açúcar.

Então és um forte candidato a viciado em sacarose – açúcar branco.

Para além de ser viciante, o açúcar não tem nutrientes nenhuns, pior, para ser digerido pelo organismo, ele rouba os nutrientes existentes no nosso corpo.

o consumo médio anual na Europa é de 45 a 50 kgs de açúcar por pessoa e a produção mundial ultrapassa os 50 milhões de toneladas por ano.

Sabiam que antes da Revolução Francesa muito poucas pessoas consumiam açúcar?

(com exceção da classe rica, claro, a única que na altura tinha cáries dentárias)

E desde essa altura o consumo tem vindo a subir assustadoramente; atualmente podemos encontrar açúcar em produtos como o pão ou mesmo o sal, para além da enorme quantidade presente em chocolates, rebuçados, bolos de pastelaria, cereais de pequeno almoço, etc, etc;

O problema com tudo isto é que o doce açúcar provoca amargos efeitos na nossa

O açúcar não é digerido na boca, chega muito rapidamente ao estômago, o que provoca uma reação massiva de sucos gástricos. A reação de secreção embala-se o que provoca a hiperacidez estomacal conduzindo à aparição de gastrites e úlceras estomacais.

o consumo da sacarose bloqueia a calcificação, conduzindo ao primeiro efeito de descalcificação dos ossos, dentes e sistema nervoso.

Segundo alguns autores, uma colher de chá de açúcar rouba minerais ao organismo durante 3 horas seguidas.

O açúcar tem um feito negativo sobre o sistema nervoso parassimpático e os órgãos por ele comandados. O cerebelo torna-se mais passivo, o que diminui as capacidades intelectuais.

Segundo o Dr. Kendall, este produto provoca lesões arteriais e afeta o sistema cardiovascular.

A sacarose (significa açúcar, estou a evitar utilizar o termo tantas vezes) diminui as defesas do organismo, ao neutralizar a ação imunitária dos glóbulos brancos.

O açúcar é a causa número um da diabetes e contribui de uma forma muito séria para um problema muito comum nos tempos actuais, hipoglicemia ou níveis baixos de açúcar no sangue; se sofre de hipoglicemia e pensa que comer sacarose resolve o problema, está enganado - a sacarose cria um círculo vicioso de hipoglicemia do qual é muito difícil sair.

o açúcar contribui para a obesidade, trombose coronária e infecções primárias nos intestinos.

Mas nós precisamos de açúcar, dizem vocês!

Sim, nós precisamos de glicose, só o nosso cérebro consome quase metade da glicose que consumimos diariamente.

Sim, mas estamos a falar de glicose, não de sacarose – o açúcar simples.

Quando comemos hidratos de carbono, estes se decompõem em moléculas de glicose distribuídas através da corrente sanguínea para todo o corpo, que as utiliza como fonte de energia.

O açúcar refinado, que não tem nutrientes nenhuns, afeta a estabilidade dos níveis de glicose do sangue, a glicemia. As doenças mais relacionadas diretamente com o consumo de hidratos de carbono/açucares simples são a diabetes e a hipoglicemia.

Ou seja, uma alimentação baseada em açucares simples e refinados provoca tensão no pâncreas afetando a saúde física, mas também a nossa mente e emoção.

O consumo diário de frutose — açúcar que se encontra naturalmente na fruta e em alguns legumes mas cujo consumo excessivo é perigoso, já que é convertido em gordura pelo fígado.

Por isso devemos ter uma alimentação baseada em cerais integrais que são considerados açúcares complexos, ao contrário dos cereais refinados como no caso do pão branco.

A digestão dos cereais integrais é masi lenta já que estes consistem em cadeias de açúcar especialmente complexas, que têm de ser desmontadas peça por peça, sendo um benéfico deposito de açúcar.

Tentamos ensinar os nossos filhos a serem éticos, terem cuidados com os cuidados como as drogas, os roubos, mas e os perigos da má alimentação?

Estamos cegos?

82 visualizações

© 2020  Orgulhosamente criado por Pedro Ascenso